Atenção redobrada nos dois lados do balcão do mercado financeiro

Escola de Negócios

Sinal amarelo

A taxa de juros básica, a Selic, no menor patamar da história está reconfigurando o mercado financeiro brasileiro. Já apresentamos aqui no Blog da HB como a distribuição dos produtos do varejo está se alterando. Isso tem impactado primeiramente as carteiras dos clientes de alta renda. Sem a tríade perfeita – juros altos, risco baixo e alta liquidez, o investidor precisa se expor mais ao risco para obter retorno maior. Portanto, a hora é de atenção redobrada no mercado financeiro.

A predisposição a correr mais riscos fica aguçada. Por isso, Hudson Bessa, sócio da HB Escola de Negócios, afirma que é necessário cuidado. E a cautela deve vir tanto por parte dos clientes quanto de quem oferece produtos financeiros.

“Os números mostram uma salutar diversificação no cardápio de investimentos do segmento varejo. Contudo, os investidores devem estar atentos aos riscos dos produtos e evitar que, no afã por obter melhores taxas de remuneração, passem por cima de suas características intrínsecas em relação ao risco”, afirma Hudson em artigo no Valor Investe.

>> O risco em uma operação de renda fixa

Deixe uma resposta

× Contato via Whatsapp