Blog da HB

Escola de Negócios

Não espere mais juros altos, risco baixo e alta liquidez

Juros altos, risco baixo e alta liquidez: isso existe? Sim, existiu, no Brasil. Mas não espere mais essa tríade perfeita!

O CDI como referência para tudo que é investimento faz sentido?

Utilizar uma taxa baseada em operações de curtíssimo prazo para diferentes produtos funcionava bem. Funcionava!

educação financeira

Educação financeira: a (falta de) educação básica é o maior entrave

Como oferecer educação financeira em um país cuja educação básica já é bastante deficiente? Este é o desafio colocado para todos que trabalham no setor financeiro no Brasil. “Empresas podem produzir e/ou disseminar conteúdo por meio de seus canais de comunicação”, escreve Hudson Bessa, fundador da HB Escola de Negócios, em artigo semanal no Valor…
Leia mais

A exclusividade do agente autônomo já não tem mais beneficiado o investidor

A exclusividade do AAI ainda é necessário para o mercado brasileiro de investimentos?

Mesa do evento O Futuro do Agente Autônomo de Investimento

A regulamentação do Agente Autônomo de Investimento e o debate sobre a Instrução 497

A CVM recebe até o dia 30 de agosto manifestações sobre eventual mudança na norma que regulamenta a profissão de agente autônomo de investimento (AAI). Entre as questões levantadas estão a exclusividade do profissional ligado a uma corretora, o tipo societário dos escritórios de AAI e a transparência da remuneração.

Logo HB Escola de Negócios

Bem-vindos à HB

Uma escola de negócios voltada à geração de ideias e propagação do conhecimento para fortalecer o mercado de investimentos brasileiro

Conscientização limitada; como controlar o risco dos bancos na cabeça dos executivos

Em julho deste ano a Lei Dodd-Frank completará 10 anos. Em reação aos efeitos da crise financeira de 2008 e buscando blindar a economia de novos cataclismos econômicos, governo e congresso forjaram um conjunto de regras que têm como foco controlar o risco sistêmico por meio de medidas prudenciais que permitam identificar, mensurar e, assim,…
Leia mais

Poupar não é fácil. Entenda por quê

Poupar não costuma ser uma decisão fácil para a maioria das pessoas. Como qualquer decisão que mereça despender uma parte de nosso tempo para analisar cenários, possibilidades, consequências e, então, partir para um julgamento, ela impõe algum nível de tensão. Daniel M. Hausman, em seu livro PreferenceS, Value, Choice and Welfare, estabelece um paralelo entre preferência…
Leia mais

Robo-Advisor ou Human-Adivisor?

É razoavelmente comum encontrar profissionais do mercado financeiro prevendo o fim do modelo tradicional do aconselhamento de investimentos, aquele em que o investidor recorre a um consultor em busca de orientações sobre aonde investir seus recursos. Segundo os defensores desta tese, os millenials tem acessos a uma montanha de informações, são muito bem informados, estão acostumados a…
Leia mais

× Contato via Whatsapp