Blog da HB

Escola de Negócios

Você deixaria sua carteira de investimentos nas “mãos” de um robô?

Você deixaria um robô decidir qual o melhor investimento para você? Ou pelo menos lhe dar uns conselhos? Se você já é um investidor ou está pensando em aplicar seu dinheiro, é bom pensar em questões como essas. Pois, no mundo dos investimentos, uma das tecnologias de negócios que têm crescido bastante é a dos…
Leia mais

CDI, volatilidade (risco) e remuneração

O Copom anunciou, na semana passada, mais um corte na Selic, a taxa básica de juros da economia. Com mais uma redução de 0,5 ponto percentual, a taxa caiu para 5,5% ao ano. É mais uma mínima histórica. O Blog da HB já mostrou que esse cenário de juros em baixa deve seguir. Por isso,…
Leia mais

Indústria de FIDCs mais que dobrou no Brasil nos últimos três anos

Com os juros em baixa, a demanda por produtos mais sofisticados aumenta. O investidor está mais propenso a arriscar

Como o investidor toma uma decisão

Preferência, aversão a risco e outros fatores que influenciam as escolhas no mercado financeiro

O impacto da redução da Selic em nossos investimentos

Com a taxa básica de juros em queda, em troca de uma remuneração mais elevada, os investidores procuram produtos mais sofisticados e, consequentemente, com um nível de risco maior

Não espere mais juros altos, risco baixo e alta liquidez

Juros altos, risco baixo e alta liquidez: isso existe? Sim, existiu, no Brasil. Mas não espere mais essa tríade perfeita!

O CDI como referência para tudo que é investimento faz sentido?

Utilizar uma taxa baseada em operações de curtíssimo prazo para diferentes produtos funcionava bem. Funcionava!

educação financeira

Educação financeira: a (falta de) educação básica é o maior entrave

Como oferecer educação financeira em um país cuja educação básica já é bastante deficiente? Este é o desafio colocado para todos que trabalham no setor financeiro no Brasil. “Empresas podem produzir e/ou disseminar conteúdo por meio de seus canais de comunicação”, escreve Hudson Bessa, fundador da HB Escola de Negócios, em artigo semanal no Valor…
Leia mais

A exclusividade do agente autônomo já não tem mais beneficiado o investidor

A exclusividade do AAI ainda é necessário para o mercado brasileiro de investimentos?

Mesa do evento O Futuro do Agente Autônomo de Investimento

A regulamentação do Agente Autônomo de Investimento e o debate sobre a Instrução 497

A CVM recebe até o dia 30 de agosto manifestações sobre eventual mudança na norma que regulamenta a profissão de agente autônomo de investimento (AAI). Entre as questões levantadas estão a exclusividade do profissional ligado a uma corretora, o tipo societário dos escritórios de AAI e a transparência da remuneração.

× Contato via Whatsapp