Estímulos monetários não surtem efeitos sobre as expectativas

Escola de Negócios

Números do Relatório Focus

Nesta segunda-feira (14), o Banco Central publicou o relatório Focus com 10ª redução consecutiva na previsão da inflação de 2019. A queda foi de 0,14 ponto percentual, de 3,42% para 3,28%. Ou seja, uma diminuição de 4% no índice esperado, de uma semana para outra. Mesmo com os estímulos monetários, o número indica que as expectativas dos agentes econômicos continuam anêmicas com o desempenho da economia brasileira, distanciando-se cada vez mais da meta para o ano (4,25%).

Reduções agressivas na taxa de juros, situada atualmente em seu menor patamar histórico, não estão alterando o que agentes do mercado projetam para a economia do país. A expectativa de crescimento do PIB se mantém na casa de 0,80% no ano. Simultaneamente, as tensões externas continuam pressionando o câmbio. Assim, as expectativas mantêm a desvalorização acentuada, com a taxa R$/US$  em torno de 4,00 auferida nas últimas 3 semanas.

Deixe uma resposta

× Contato via Whatsapp