Propaganda é a alma do negócio, mas em investimentos é diferente

Escola de Negócios

Coluna do Valor Investe

No artigo do Valor Investe desta semana aborda o tema propaganda em investimentos.

Nas últimas semanas tenho me divertido um pouco lendo os e-mails de corretoras, plataformas e de supostos cursos de educação financeira sobre as boas oportunidades existentes no mercado de investimento brasileiro. Aparentemente temos vários resilientes a qualquer cenário econômico.

Os últimos anos vinham sendo bons para os mercados de risco.

A junção de bonança, investidores novatos, maior acesso via plataformas de investimento e uma avalanche de informações fornecida por meio da internet, via influencers ou corretoras, ajudou neste processo e passamos os últimos anos ouvindo algo como “você não pode ficar fora dessa”, o tal do fear of missing out (FOMO).

Ocorre que o jogo virou e muitas das narrativas anteriores não funcionam mais, enquanto as novas ainda não estão prontas. Se antes o preço não importava, pois iria se elevar, agora o preço é o principal argumento de venda.

O investimento não é um produto qualquer. Não é como um xampu que você paga por algo cujo resultado não causa surpresa. Investimento é uma aposta cujo resultado só será conhecido ao final da jornada.

Quando receber este tipo de propaganda que apela para seu senso de urgência ou quer lhe convencer de que está diante de uma pechincha, desconfie. Decisões de investimento são para a vida, e seus efeitos perduram mesmo após você encerrar sua aplicação. É diferente do xampu.

Deixe uma resposta

× Contato via Whatsapp