Guerra da Ucrânia, cancelamento da Rússia e pressão por desglobalização acentuam a incerteza

Escola de Negócios

Coluna do Valor Investe

O Mundo hoje não é o mesmo do início do século. Após crise de 2008 e seus pacotes de liquidez, COVID-19 e o Governo Trump e seu protecionismo, agora temos uma guerra envolvendo uma potência nuclear (ex protagonista no mundo bipolar).

Um fator inédito, pelo menos quando se trata de um país com relevância econômica, é a intensidade das sanções impostas a Rússia. O maior exemplo é a remoção dos bancos russos do SWIFT, sistema internacional de troca de reservas entre bancos.

Esta medida virtualmente retira a Rússia dos fluxos de pagamento internacionais e impede que Moscou tenha acesso a boa parte de suas reservas internacionais. Este ineditismo traz uma outra questão consigo: o quanto um país está seguro por deter altos volumes de reserva. As repercussões sobre o dólar como reserva de valor internacional e a discussão sobre conveniência de outros sistemas de pagamento se tornam prementes.

O conflito ainda joga mais pimenta na onda protecionista iniciada com o Governo Trump e nos movimentos de redução da globalização, na esteira da dependência da Europa em relação ao gás russo e das próprias cadeias de produção, cujo maior exemplo é a produção de fertilizantes. Já ouvi argumentos que o Brasil nunca deveria ter privatizado empresas do ramo. Pressões sobre preços e inflação são óbvias.
Neste cenário, o que é possível dizer é que se você é pouco tolerante ao risco busque a segurança da renda fixa. No Brasil as taxas estão elevadas, juros reais na casa de pelo menos 6% a.a., o que já garante uma ótima rentabilidade considerando o risco.
Se você é muito tolerante ao risco, terá a possibilidade de aproveitar as boas oportunidades que sempre surgem em ambientes conturbados. Mas é bom estar preparado para suportar as perdas inerentes a estes momentos.

Em um mundo tão conturbado não vale à pena dar ouvidos para quem tem tanta certeza sobre o futuro.

 

Artigo na íntegra aqui!

Deixe uma resposta

× Contato via Whatsapp