Dissonância cognitiva dificulta a tarefa dos Bancos Centrais

Escola de Negócios

Coluna do Valor Investe

Super quarta é como o mercado costuma chamar a quarta-feira em que coincidem as reuniões, para definir a taxa de juros básica da economia, dos comitês de política monetária dos bancos centrais do Brasil e dos EUA.

Foram reuniões sem grandes novidades em relação às expectativas formadas pelo mercado. No Brasil o COPOM elevou a taxa de juros em 1 p.p., de 11,75% a.a. para 12,75% a.a., e nos EUA o FOMC optou por uma elevação de 0,5 p.p., que agora está situada no intervalo de 0,75% a.a. a 1% a.a.

Brasil, EUA e o mundo em geral, passam por um surto inflacionário mais persistente do que o originalmente previsto, como temos discutido neste espaço, o que colocou a política monetária no modo restritivo, ou seja, aumento dos juros para reduzir a demanda e a pressão sobre os preços, e fazer com que as expectativas convirjam para a meta de inflação.

(…)

Artigo na Íntegra aqui !!!

Deixe uma resposta

× Contato via Whatsapp